Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT

 História da Escola Superior de Enfermagem

 

A Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho é uma Escola de Ensino Superior  vocacionada para a formação e desenvolvimento da Enfermagem, tendo diplomado mais de 3000 enfermeiros altamente qualificados. 

Foi criada, em 1912, sob a dependência da Santa Casa da Misericórdia de Braga, denominava-se Escola de Enfermagem do Hospital de São Marcos. Em Maio de 1948 foi aprovado o seu primeiro regulamento, passando a denominar-se Escola de Enfermagem Dr. Henrique Teles. Em 29 de Outubro de 1961 foi inaugurada a nova Escola, tendo sido o financiamento de construção e equipamento oferecido pela Fundação Calouste Gulbenkian, passando por isso a denominar-se Escola de Enfermagem de Calouste Gulbenkian. Foi oficializada, em 16 de Novembro de 1977, passando a constituir um estabelecimento oficial dotado de autonomia técnica e administrativa. 

Através do Decreto-Lei n.º 480/88, de 23 de Dezembro, o Ensino de Enfermagem é integrado no Sistema Educativo Nacional a nível do Ensino Superior Politécnico. Neste contexto, a Escola é reconvertida em Escola Superior de Enfermagem pela Portaria n.º 821/89, de 15 de Setembro. Assim, em 1990 deu-se início à formação de nível superior, com o Curso Superior de Enfermagem, que conferia o grau de bacharel. Em 1995 e, pela aplicação do Decreto-Lei n.º 205/95, de 5 de Agosto, a Escola passou a ser um estabelecimento de Ensino Superior Politécnico, dotado de personalidade jurídica e de autonomia administrativa, financeira, científica e pedagógica.

No ano letivo de 1999/2000, pela Portaria n º 799-D/99, de 18 de Setembro, a Escola iniciou o Curso de Licenciatura em Enfermagem e em Julho de 2004, com a publicação do Decreto-Lei n.º 175/2004, a Escola Superior de Enfermagem foi integrada na Universidade do Minho.